A CURA DA NAÇÃO PELO PODER INTERCESSÓRIO DO POVO DE DEUS – II CRÔNICAS 7.11-22 – PARTE 1

Você está visualizando atualmente A CURA DA NAÇÃO PELO PODER INTERCESSÓRIO DO POVO DE DEUS – II CRÔNICAS 7.11-22 – PARTE 1

PALAVRA IGREJA BATISTA DO VALE – 04 DE OUTUBRO DE 2015 – CULTO DE DOMINGO – PR. JOSÉ RIBEIRO NETO, pastor da Igreja Batista do Vale, São Paulo, SP. Pós-doutorando no DLO, USP. Doutor e Mestre em Estudos Judaicos, USP.

TEXTO: II CRÔNICAS 7.11-22

TÍTULO: A CURA DA NAÇÃO PELO PODER INTERCESSÓRIO DO POVO DE DEUS

INTRODUÇÃO

– de 07 de outubro a 15 de novembro a Convenção Batista Nacional iniciará uma campanha de oração, é uma continuidade ao que o nosso fundador Pastor Enéas Tognini começou em 15 de novembro de 1963.

– No site da nossa convenção www.cbn.org.br os irmãos encontrarão as orientações para essa campanha de jejum e oração.

– Usarei esse texto de II Crônicas 7.14 numa série de mensagens para que a igreja possa se envolver nessa campanha.

            Em 1963 o Pastor Enéas Tognini publicou a primeira edição do livro: II Crônicas 7.14, na página 6 desse livro ele diz:

Tôda a glória a Jesus. O Brasil espera do Senhor um grande e poderoso avivamento espiritual. Deus me pôs a certeza de que visitará o Brasil num futuro mui breve. Estamos orando e trabalhando nêsse sentido. Deus não falhará jamais. Êle não nos decepcionará. “II CRÔNICAS 7:14” é uma humilde contribuição para ser usado pelo Senhor para que a minha querida Pátria seja sacudida por uma visitação dos céus, para bem das igrejas e salvação de milhões de brasileiros. E nesta esperança, e mais do que isso, nesta certeza, depomos estas poucas e modestas páginas nas mãos do Senhor para que as use para esse fim, e para sua glória.

                   ENÉAS TOGNINI

São Paulo, 18 de abril de 1963

– Muitos de nós nem éramos nascidos e nesse mesmo ano de 1963, o Pastor Enéas Tognini começou uma campanha de oração pelo Brasil;

– A campanha de 1963 buscava evitar que o comunismo chegasse ao Brasil, e funcionou.

– A Convenção Batista Nacional começa nesse dia 07 de outubro de 2015 uma nova campanha para que Deus mova essa nação.

– Em 1963 o avivamento chegou e as igrejas batistas nacionais são frutos desse avivamento;

– Necessitamos de um novo avivamento e temos a oportunidade de fazermos parte dessa nova história

__________________

AF. TEOL.: DEUS QUER USAR O PODER INTERCESSÓRIO DE SEU POVO PARA CURAR A NAÇÃO

SENT. TRANS.: HÁ NESSE TEXTO TRÊS MOMENTOS IMPORTANTES PARA A CURA DA NAÇÃO QUE MEDITAREMOS NESSA SÉRIE DE PREGAÇÕES:

__________________

NESSA NOITE GOSTARIA DE MEDITAR SOBRE UM PRIMEIRO MOMENTO PARA A CURA DA NAÇÃO:

  1. HUMILHANDO-SE O MEU POVO QUE SE CHAMA PELO MEU NOME

– O texto hebraico traz uma forma que chamaríamos em português de redundância: O MEU POVO QUE SE CHAMA PELO MEU NOME SOBRE ELES

– No hebraico, contudo, a redundância é frequentemente usada para dar ênfase, “Deus tem um povo que carrega o Nome Dele”

– Você crê que Deus tem um povo?

– No AT esse povo é chamado por vários nomes:

עַם – povo

קָהָל – assembleia

עֵדָה – congregação, testemunha

Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha. 6 E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel. (Ex 19.5-6 ACF)

  • Para ser do povo de Deus é preciso ouvir atentamente a sua voz
  • Há um falso evangelho sendo pregado que promete a incrédulos desobediêntes as bênçãos de Deus
  • No NT o povo de Deus é chamado principalmente de κκλησία – que tem o mesmo sentido do AT de congreação, assembleia, comunidade:

9 Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 10 Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia. (1Pe 2.9-10 ACF)

  • O mundo moderno fez com que as pessoas perdessem o censo de comunidade
  • É verdade que a salvação é individual, mas a ação de Deus no mundo é pela comunidade dos crentes, chamada igreja

9 E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo; 10 Para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus, 11 Segundo o eterno propósito que fez em Cristo Jesus nosso Senhor, (Ef. 3.9-11 ACF)

– Já devo ter explicado aqui que a palavra igreja só ocorre no NT com o sentido de comunidade dos crentes, nunca como “lugar” e sim como reunião de crentes em Jesus Cristo.

– A Igreja é o povo de Deus!

– É por meio desse povo que Deus age, é esse povo que Deus usa para manifestar a sua vontade e fazer a sua obra

– Não é o envolvimento político, não é a esperança em um presidente evangélico, um líder carismático, um herói da fé, não, Deus usa a Igreja, seu povo

23 E aconteceu, depois de muitos dias, que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão. 24 E ouviu Deus o seu gemido, e lembrou-se Deus da sua aliança com Abraão, com Isaque, e com Jacó; 25 E viu Deus os filhos de Israel, e atentou Deus para a sua condição. (Ex 2:23-25 ACF)

  • Acordemos meus irmãos, o Brasil está sofrendo uma grande opressão espiritual, os problemas econômicos, políticos e sociais são só reflexos da opressão espiritual
  • Precisamos acordar para a batalha espiritual que temos que travar, enquanto estamos dormindo o inimigo de nossas almas está trabalhando para matar, roubar e destruir
  • Há uma batalha espiritual sendo travada:

11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. 12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.13 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. 14 Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; 15 E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; 16 Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. 17 Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; 18 Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, (Ef 6:10-18 ACF)

– A igreja está no centro de uma batalha cósmica entre o bem e o mal, nessa batalha os crentes são o povo de Deus, Seu Exército, as pessoas morrerão, sofrerão, perecerão caso o Povo de Deus não batalhe as batalhas do Senhor.

– A oração particular é muito importante, mas a oração congregacional é essencial, é na oração congregacional que nos tornamos um e Deus opera na unidade da Igreja

– O texto de II Crônicas 7.14 continua, o Povo de Deus precisa:

HUMILHAR-SE

No livro: Por que tarda o avivamento?  Leonard Havenhill diz o seguinte:

É nesta hora sombria, quando o mundo está adormecido em trevas, a igreja dorme em luz. E é assim que Cristo é “ferido na casa dos seus amigos”. E uma igreja trôpega é chamada zombeteiramente de impotente. Enquanto anualmente gastamos montanhas de papel e rios de tinta para reimprimir os escritos de mortos, o Espírito Santo está aí, vivo, procurando aqueles que queiram humilhar-se e confessar que, apesar de verem, estão cegos;[1] aqueles que estejam dispostos a pagar o preço do quebrantamento e lágrimas, para então buscarem a unção do poder divino, num reconhecimento sincero de sua pobreza de alma.

– Humilhar-se! Não é algo que o homem moderno queira fazer, de acordo com a visão contemporânea humilhar-se é ser fraco;

– As pessoas estão cada vez mais exaltadas, mais soberbas, temos no Brasil a famosa carteirada: “Você sabe com quem você está falando?”

– Mas o que o texto nos convoca é a nos humilharmos diante de Deus, o contexto da passagem nos ensina que Deus pode punir o povo pela desobediência, vamos ler novamente II Crônicas 7.13:

Se eu fechar os céus, e não houver chuva; ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra; ou se enviar a peste entre o meu povo; (ACF)

  • Seria mera coincidência que esse país chamado Brasil tem passado por uma grande seca, seria coincidência essa grande crise brasileira, creio que não!
  • E o que faremos então meus irmãos, vamos nos humilhar, vamos assumir a responsabilidade espiritual pelo estado dessa nação;
  • Se somos seu povo devemos abrir os nossos olhos para perceber que Deus está punindo essa nação por sua desobediência;
  • Será que continuaremos somente a transferir a culpa para a presidente, para os deputados;
  • Como povo de Deus somos responsáveis por não nos humilharmos diante de Sua gloriosa presença;
  • Humilhemo-nos, choremos por essa nação, como Daniel:

Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e age sem tardar; por amor de ti mesmo, ó Deus meu; porque a tua cidade e o teu povo são chamados pelo teu nome. (Dan 9:19 ACF)

  • Daniel seu humilhou confessou os seus pecados e os pecados de sua nação e o Senhor lhe mostrou o que ia acontecer com Israel;
  • Estamos dispostos a nos humilhar, a esquecermos nossa justiça própria, a confessarmos que estamos distantes da sua vontade;
  • Esse país precisa da intercessão do povo de Deus, esse país precisa de sua intercessão: os jovens estão morrendo no crime, nas drogas, na prostituição, as pessoas estão cegas, esperando soluções políticas, as igrejas estão procurando algum messias que as represente;
  • O que será dessa nação, não há liderança, não há quem tema a Deus, os representantes do povo que se dizem evangélicos estão atolados no lamaçal da corrupção e da injustiça
  • Só um povo tem o poder de mudar essa nação, é o Povo de Deus, é a Igreja de Jesus Cristo, edificada sobre a Pedra que é Cristo e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
  • Se este povo se humilhar essa nação experimentará o poder de Deus, se a Igreja se prostrar diante do Todo Poderoso será notada a diferença entre o que teme a Deus e o que não teme;
  • Se esta igreja se humilhar esse bairro sentirá o impacto, os incrédulos se converterão, os cativos serão libertos, os oprimidos serão consolados;
  • Humilhemo-nos Povo de Deus! Humilhemo-nos igreja!

NESSA NOITE GOSTARIA DE MEDITAR SOBRE UM SEGUNDO MOMENTO PARA A CURA DA NAÇÃO:

  • ORAR BUSCAR A MINHA FACE E CONVERTER-SE DOS SEUS MAUS CAMINHOS

ORAR

BUSCAR A MINHA FACE

SE CONVERTER DOS SEUS MAUS CAMINHOS

  • EU OUVIREI DOS CÉUS, PERDOAREI OS SEUS PECADOS E SARAREI A SUA TERRA

OUVIREI DOS CÉUS

PERDOAREI OS SEUS PECADOS

SARAREI A SUA TERRA

CONCLUSÃO


[1] Negritos nossos